6 de dez de 2007

Para os meus amigos: Queen


Queridos leitores, desculpem a demora!! Quem já passou por final de período na faculdade tem noção do que estou passando. Estudar freneticamente, noites sem dormir para fazer trabalhos, professores que destroem a expectativa de qualquer sucesso, acordar cedo para ir para o estágio. Ingrato, não é? Até que não. Por que? Bom, são nesses momentos que encontramos os melhores amigos, aqueles que largam tudo para te ajudar. Nos últimos meses decobri amigos que, citando a propaganda do mastercard, "não tem preço".
Não gosto de escrever posts tão pessoais, mas dessa vez foi impossível! Existe uma música que resumi tudo que sinto por eles e que não sai da minha cabeça. Ela me foi dedicada por uma das minhas melhores amigas: FRIENDS WILL BE FRIENDS, do Queen. Essa é aquela música que você tem no seu mp3 para nunca esquecer que os verdadeiros amigos sempre estarão ali, para te ajudar, para te pertubar, para te fazer rir, para simplesmente serem amigos. E, garanto, esse é o maior presente que qualquer pessoa pode ter.

Dedicado para: Laura Baggio, Elaine Janaína, Clara Buckley, Elisângela Mendonça, Isabel Pelegrinetti, Carolina Rangel


Friends will be Friends - Queen

17 de nov de 2007

Desafio em música eletrônica


Meio de feriado é só felicidade né? Você não lembra - ou não quer lembrar - dos problemas, pensa só em qual vai ser a noitada de hoje e quer mais é se divertir. Nesse clima, me apaixonei por uma música. Tenho certeza que não vou agradar muita gente com essa escolha, mas, na minha humilde opinião, música boa é aquela que mexe com a gente, não só pela capacidade de nos fazer refletir sobre algo, mas também pela capacidade de nos fazer dançar sem parar, esquecendo tudo a nossa volta.
A primeira vez que ouvi essa música estava num pub - que já deixou de ser pub a muito tempo - chamado WAXY, em Niterói. Na hora, comecei a me empolgar e não conseguia mais parar de dançar, assim como quase todos a minha volta. A letra não se referia a um amor que acabou, o tema mais recorrente em grande parte dos gêneros musicais. Em contrapartida, o ritmo que muitos pais chamam de "bate estaca", da um tom de esperança íncrível. Pode até ser mais uma música comercial, mas te faço um desafio: ligue seu mp3, bote no volume máximo e não dance ouvindo LOVE IS GONE, do David Guetta. Impossível!

LOVE IS GONE - David Guetta

1 de nov de 2007

Minha primeira paixão rock: Guns'n Roses


Corro o risco de parecer antiquada, mas não tinha como deixar essa música passar. Essa é a música para você baixar o mais rápido possível e deixá-la para sempre no seu mp3! Ouça no início do feriado e solte todas as suas frustações cantando-a. Até porque, do jeito que o nosso país vai, acho que ela acaba por ser perfeita para todos os cidadãos brasileiros!!

A primeira vez que ouvi WELCOME TO THE JUNGLE, do Guns'n Roses quase infartei. Eu tinha 11 anos e feito uma nova amiga que amava rock. Além disso, eu tenho um tio e uma tia que me pertubaram o suficiente para me fazer apaixonar por esse ritmo tão... tão... potente! Bom, voltando a história, dentre muitas bandas que descobri nesta fase, uma das que me conquistou foi o Guns. A guitarra do Slash e o vocal do Axel foi quase um sonho realizado em minha alma musical, se é que posso chamá-la assim. Foi minha primeira paixão de rock'n roll... Depois falarei de futuras paixões como Iron e Metalica, mas isso fica pra outro post.

Então, queridos conterrâneos, para definir a realidade que vivemos, em meio a REUNI, políticos sem escrupulos, o público tornando herói um cap. Nascimento que só existe pela falta de controle da violência, dentre outras barbáries sociais, a melhor frase que tenho a dizer, ou melhor, repetir é... welcome to the jungle baby!


24 de out de 2007

As músicas de Dreamgirls



Acho que fazia muito tempo que um musical não era tão repleto de boas canções como é Dreamgirls. Prova disso foi o Oscar 2007, no qual três músicas do filme foram indicadas para melhor canção. Com tantos sucessos, fico com duas músicas que me marcaram. Pode parecer um tanto adolescente esse meu comentário, mas ambas descrevem importantes momentos no minha vida e, provavelmente da vida de todos.
Além de um time de estrelas como Jamie Fox e Ed Murphy, uma revelação é feita no filme: Jennifer Hudson. Sua primeira aparição na mídia foi no programa American Idol , no qual ficou em sétimo lugar (Se você pensou em parar de ler aqui porque acredita que só tem lixo em programas assim, deixe seu preconceito de lado e continue, acredite em mim). Melhor preparada e, com certeza, com maior domínio de seu talento, Jennifer canta belíssimas canções durante o longa, mas One night only é extraordinária. Vale adicioná-la ao seu mp3. O tom grave de sua voz, a introdução, o piano, tudo faz com que essa seja uma das músicas mais emocionantes que já ouvi.

Não pude me dar por satisfeita de falar só sobre Jennifer e ignorar Beyonce Knowles. A cantora provou ser capaz de interpretar uma música e sentir o que esta cantando com Listen. Mas do que a música, vale ressaltar a performance de Beyonce no filme ao cantá-la. talvez mais do que no seu mp3, vale adicionar a cena do filme ao seu mp4. Lindíssimo. Ambas são músicas, como posso dizer... melodramaticas talvez, porém acredito que um drama de vez em quando não faz mal a ninguém certo? Espero que gostem de pelo menos uma das duas!


Infelizmente eu não consegui as cenas em que as músicas são cantadas no filme...
Vai uma versão ao vivo de One night only: http://br.youtube.com/watch?v=e-Pu97rl1Bs
E o clipe de Listen: http://br.youtube.com/watch?v=R7SLhPo30ds

16 de out de 2007


Existem músicas que parecem ser feitas para mudar a humanidade, para mostrar como problemas sérios foram superados, como a força de vontade das pessoas mudou muitas coisas por aí, para buscar liberdade. Algumas ficam esquecidas, outras ficam na memória, outras são atuais eternamente. Esta última categoria é a que faz a diferença.

Talvez o mundo esteja tão estagnado porque falta as pessoas esperança, falta liberdade de pensamento, falta união. Com sociedades diversas, com costumes muitas vezes opostos, essa união é quase impossível, a não ser pela música. Uma música pode ser universal, por mais que não seja cantada na sua língua, por mais que não faça parte do que você escutaria normalmente, por mais que você nunca tenha ouvido falar em seu interprete, por mais que ela conte a história de um outro povo, vai sempre ter uma música que vai ficar ali, para ser cantada por todos. Nesta categoria entra REDEMPTION SONG, cantada originalmente por Bob Marley.

Algo em mim sinceramente mudou quando ouvi os primeiros versos "emancipate yourselves from mental slavery 'cause only ourselves can free our minds". Parece que você sente a liberdade que ele canta com cada acorde, você deseja essa liberdade para você mesmo e para todos. Imagine o que é uma vida pensando o que os outros querem que você pense?? Então adicione este incrível canção ao seu mp3, escute-a sempre que possível e procure fazer algo para libertar sua mente. A solução começa pela gente.


Lauren Hill e Ziggy Marley - Redemption Song: http://br.youtube.com/watch?v=ceP9pdPYGJc Essa versão da música é incrível, afinal, a Lauren Hill é o máximo!

7 de out de 2007

Linkin Park e a segunda-feira...


Mais uma vez essa banda provou ser uma das melhores grupos de rock atuais. Com uma batida contagiante e uma letra raivosa, BLEED IT OUT do Linkin Park tem que estar na sua playlist. Chester Bennington e Mike Shinoda acordaram de manhã e pensaram "chega, agora é hora de fazer o mundo enfrentar seus erros". Não tem outra explicação.

Pata não ser tão expansivo, Bleed it out também serve para aquela segunda-feira que você levanta da cama, ainda sonolento, e da uma topada no pé da mesa. Depois que a dor passa, você liga a TV e só tem notícias péssimas no jornal. Ainda com alguma esperança, você vai para o trabalho e encontra seu chefe te esperando com um sermão de duas horas, tudo porque você não enviou aquele documento na sexta-feira. Para fechar o dia, depois de horas sem comer, você pede uma pizza que vem com um fio de cabelo bem no meio. Desastroso não é?

Então coloque seu fone de ouvido, aumente o som, de play e enfie a cabeça no travesseiro... Para que? Para você poder gritar o suficiente enquanto escuta essa pauleira!

Como eu não achei o clipe digno da música, vai aí a apresentação deles no Video Music Awards 2007:
http://br.youtube.com/watch?v=M7LxR9wI8fM

29 de set de 2007

Uma apresentação no estilo dos clássicos


O pior de um blog é escrever a apresentação. É sempre o mais difícil. Você quer impressionar, dizer algumas coisas bonitas, mostrar que domina o assunto. Nunca dá certo. Sempre sai alguma besteira. Para tentar não escrever uma besteira muito grande, nessa apresentação vou começar por um clássico.

O objetivo deste blog é fazer uma série de indicações musicais que possam ser incorporados no seu aparelho de mp3 e, portanto, no seu dia-a-dia. Com clássicos não há como errar. Eles funcionam como trilha sonora para a vida de gerações e gerações. Então quando você estiver estressado no trânsito, quando você briga com a sua mãe, quando você a prova da matéria mais difícil de todas estiver chegando, quando você ficar horas esperando seu amigo e ele não aparce, pare tudo! Respire fundo, lembre do filme "Curtindo a vida adoidado", pegue seu mp3 e escute TWIST AND SHOUT, dos Beatles.

Feita para ser ouvida no máximo de volume que seu fone aguentar, não existe música que una melhor a década de 60 com a atualidade. Não existe uma pessoa que não conheça essa música e que não saia por aí cantando super empolgada assim que ela começa. Com 100% de certeza que seu dia vai ser bem melhor. Acredite em mim!
Twist and Shout em Curtindo a Vida Adoidado: http://br.youtube.com/watch?v=Giih376UxBY