27 de abr de 2009

A dor transcrita em talento

No post de hoje, indico uma música maravilhosa em todos os sentidos. Uma melodia simples, quase repetitiva, dá poder a voz firme, forte e a dicção perfeita de uma mulher que sofreu muito e apostou na arte o desejo de viver.

Filha da cantora Line Marsa e do contorcionista Louis-Alphonse Gassion, Edit cresceu aos cuidados da avô paterna que trabalhava em um bordel na grande Paris da década de 20. Desde menina, ela obteve um ângulo de vida muito singular. O pai, que voltou da guerra para retomar a carreira circense, levou a filha adolescente consigo e a escutava cantar pelas ruas da cidade luz. Na década de 30, a jovem passa de cantoras de cabaré a vedete dos famosos music-halls franceses, o que a faz ganhar as rádios e ser adorada pelo público. Apesar do sucesso, que em seguida seria mundial, Edit tem uma via marcada pelas perdas familiares e de grandes amores, o que a faz ficar viciada em morfina e essa é a cuasa de sua morte em 1963. Todos os seus momentos foram transcritos em canções marcantes cheias de dor, vida e excessos perfeitamente lapidados por uma voz inigualável.

"Non, Je Ne Regrette Rien", de EDIT PIAF fala sobre varrer as mágoas do passado, esquecer as tristezas e saber recomeçar. Para aqueles que apreciam uma boa música, essa não deve faltar na sua playlist.


24 de abr de 2009

O retorno e o fenômeno!

Após uns bons meses, o blog está de volta a ativa com força total! Repaginado, com novo título, nova logo e novo layout, o SINTONIZE vai trazer muita diversão.

No primeiro post da volta, nada mais nada menos do que uma cantora que veio para abalar as estruturas mundiais. Não, não estou brincando. Um tom quase inalcançável, sem a menor aparência de esforço. Enquanto Celine Dion se mata para chegar ao lá, esta revelação nem mal se dá conta de seu potencial... Podem me criticar, mas a voz dessa moça - ou seria senhora? - me lembrou os áureos tempos da Barbara Streisand. Vocês sabem de quem eu falo? Do mais novo fenômeno, SUSAN BOYLE!

rsrs Eu sei que todo mundo já falou dela, ninguém aguenta mais ver o vídeo, mas não poderia deixar de registrar a minha admiração por essa mulher. Só quero ver daqui alguns meses como ela vai estar... Loira, magra e com as sobrancelhas feitas???? Quem sabe... O que importa é que ela canta muito! Baixe no seu mp3 a versão dela cantando "I dreamed a dream", originalmente de Les Miserables. Sensacional!

Veja e se surpreenda!